NAMORArte (2016-2018)

Sobre o projeto

O NAMORArte deu continuidade ao necessário trabalho desenvolvido nos anteriores projetos contra a violência no namoro. Envolveu jovens do distrito de Santarém e Portalegre, veio criar mais espaços propícios ao questionamento de atitudes e discursos sexistas e de legitimação de comportamentos abusivos nas relações de namoro e dar a conhecer formas para lidar com o problema e os recursos de apoio disponíveis. Teve como base a educação de pares e a arte como ferramenta de intervenção. Foram capacitados/as 24 educadores de pares, que participaram em encontros residenciais e em ateliers artísticos, no Centro do Graal da Golegã, no contexto dos quais desenvolveram colaborativamente materiais de sensibilização diversos e uma exposição itinerante, apresentada em 9 locais e na qual destacamos a campanha irónica (ver abaixo). Com a colaboração de 9 instituições educativas, realizaram-se 36 ações de sensibilização de pares, envolvendo 1100 jovens. O projeto terminou com um encontro na Golegã, co-organizado com o grupo de jovens educadores/as de pares que reuniu durante dois dias, 70 jovens.

Acho que este projeto tem um enorme impacto na comunidade. Já testemunhei amigos a viver o ciclo da violência e, graças ao NAMORArte e ao anterior projeto, conseguiram reconhecer e sair.

Jovem participante no projeto NAMORArte