LigAções

Sobre o projeto

O território nacional é marcado por profundas assimetrias: entre interior e litoral; entre o mundo rural e o urbano; entre zonas de alta e baixa densidade populacional. O projeto LigAções envolveu 42 organizações da sociedade civil, do Centro do país e da Grande Lisboa que, de forma colaborativa, se ocuparam do problema da perda do direito ao lugar, da existência de muitas pessoas que nos centros das grandes cidades e nas zonas de baixa densidade populacional são forçadas a prescindir de viver nos lugares com que se identificam, a que se sentem ligadas e a que sentem que pertencem. 

No decurso do processo, as organizações aprofundaram a compreensão das causas e das consequências deste problema e consensualizaram um conjunto de propostas de medidas de política que entenderam capazes de contribuir para a devolução de habitantes ao centro das grandes cidades e aos meios rurais.

Este processo culminou num documento de posicionamento coletivo: a Carta Aberta pelo Direito ao Lugar, que foi subscrita por mais de 1000 pessoas. Ao longo dos meses, a carta aberta foi debatida publicamente em diferentes contextos e foi apresentada a diversos atores políticos, locais e nacionais. Este projeto nasceu de preocupações partilhadas pelo Graal e pela Fundação Gonçalo da Silveira (FGS) e a parceria foi enriquecida com a partipação de um parceiro norueguês: o Østfoldmuseene.

Acompanhe o projeto no website e siga a Carta Aberta pelo Direito ao Lugar no Facebook e no Instagram.

Previous
Next

MAIS INFORMAÇÃO

O que já aconteceu

No more posts to show